Darwin:

Origens &: Evolução

Em fevereiro de 1809, nascia o naturalista, geólogo e biólogo britânico Charles Robert Darwin. A publicação “A Origem das Espécies” é considerada uma das maiores revoluções da história do pensamento científico.

 

Em 4 momentos diferentes, a edição virtual da mostra Darwin explora a lenta e incansável jornada de perguntas, hipóteses e evidências que pavimentaram o caminho e culminam no que hoje conhecemos como a teoria da evolução das espécies. Apresentamos as pesquisas anteriores à Darwin e seus estudos de espécies domesticadas; a relação da teoria com o tempo; sua icônica viagem a bordo do “Beagle” e as repercussões da teoria da evolução das espécies. Entre imagens, textos, fotografias e brincadeiras, exploramos a seleção natural através das relações entre forma e função, desafiamos seus conhecimentos sobre frutas nativas e exóticas, questionamos a passagem do tempo e as importantes contribuições da teoria para a geologia e ainda convidamos você a polinizar lindas orquídeas!

 

Com o patrocínio da Equinor, a exposição conta com a parceria de acervo e pesquisa de diversas instituições científicas do Rio de Janeiro.

Darwin no Rio

Em 2019, no Museu do Meio Ambiente, nascia a Mostra Darwin: Origens & Evolução. Foram 2 meses de exposição, com mais de 30 mil visitantes, com destaque especial para a presença de pesquisadores e estudantes, que contaram com a mediação riquíssima do educativo do museu.
Em parceria com a historiadora da ciência Magali Romero Sá, que contribuiu com uma leitura transversal da teoria da evolução das espécies, contamos essa história, relacionando acervos históricos, obras de arte contemporânea e textos críticos, a partir de uma expografia que ligou sua narrativa ao edifício histórico do museu, explorando o Jardim Botânico e tomando como inspiração a tradição das representações dos Museus de História Natural.

Projeto Educativo #mostradarwin

Durante a primeira edição da exposição “Darwin: Origens & Evolução” no Museu do Meio Ambiente no Rio de Janeiro, montamos um programa educativo coordenado pela Sapoti Projetos Culturais. Em dois meses de mostra foram atendidos mais de 9.000 estudantes de todos os níveis e modalidades de ensino. Utilizando-se dos acervos e obras de arte expostos, educadoras e mediadoras apresentaram aspectos da teoria da evolução das espécies ligados à história, à biologia, à sociologia e às artes.
Dando continuidade ao trabalho educacional da Mostra Darwin, criamos para edição virtual o programa “Olhar Pedagógico”. A proposta é, a partir da navegação mediada na exposição virtual, compartilhar saberes e olhares sobre a integração entre arte, ciência, educação e memória. O workshop estimulará a experiência artística, estética e educacional, tendo sempre como base o pensamento crítico e reflexivo sobre os temas abordados na exposição e utilizando o suporte de jogos e animações criados especialmente para a edição virtual da mostra.
Voltado prioritariamente para a multiplicação da experiência virtual da mostra, o programa deseja atingir diferentes públicos, atendendo a professores, estudantes, pesquisadores, artistas, curadores e a comunidade em geral.

O museu nacional e a mostra

O Museu Nacional/UFRJ, mais antiga instituição no campo das Ciências Naturais e Antropológicas, desde a sua fundação conjuga pesquisa científica a suas exposições.  A Direção do Museu Nacional realiza os esforços necessários para reabrir, ainda que parcialmente, a instituição no ano do bicentenário da independência do Brasil – 2022. Até lá, contamos com parcerias de projetos como a Mostra Darwin para disponibilizar nosso acervo, promover a divulgação científica e contribuir para o ensino de ciências.

 

Alexander Kellner – Diretor do Museu Nacional/UFRJ

 

 

A primeira edição da exposição contou com mais de 100 peças de acervo biológico (animais taxidermizados e outros), publicações e imagens raras de diversas coleções do Museu Nacional. No processo de pesquisa e seleção das obras, os diálogos com curadores e curadoras do museu sobre a presença de Charles Darwin no Rio de Janeiro e suas pesquisas no Brasil enriqueceram grandemente a narrativa da #mostradarwin.

 

estúdio M’Baraká (lê-se UM-BA-RA-KÁ).

Fale Conosco

Para mais informações entre em contato conosco pelo e-mail
mostradarwin@mbaraka.com.br

assessoria de imprensa:
lucianabento@pautapositiva.com.br

Para uma melhor experiência, navegue com a tela na horizontal.

Para uma melhor experiência, navegue com a tela na vertical.